Mouna

Ísis e Gabi,

Minhas queridas amigas,

Obrigado pelos emails e por terem me ligado.
Como vivo em “mouna” nem sempre atendo o celular…
{Informem-se sobre o “antar mouna”, o silêncio interior}

De qualquer forma liguem; mas proponho mantermos contato por email
para nos falarmos à vontade e quando quisermos!

Enviei um comentário para a entrevista do padre Charles Ogada, e
sugeri que vejam este vídeo:

http://indigosociety.com/showthread.php?53241-Father-Charles-Ogada-explains-the-I-Am-Principle

Ísis, como você disse que estão se reunindo nos finais de semana, será
bom que alguém entre vocês que fale inglês [que pode ser a Gabi!]
traduza na reunião para os demais o que o padre Charles expõe neste
vídeo, que é revelador!

Não dêem importância a “que personagem” compartilha este princípio [do
Eu Sou] ou que dá a conhecer o termo “mouna”.
O que realmente importa é a percepção. É a percepção de que o real
Mestre Vive em você, e que Ele está te fazendo perceber… É a
percepção de que: embora o Princípio Eu Sou e o Silêncio interior,
estejam aparecendo através de alguém aparentemente fora de mim, “tudo
isto já está em Mim”, pois, Eu Sou Quem está aparecendo como pra me
revelar isto…

Estou escrevendo um email pra Ísis e Gabi para que vocês interajam!
Embora o Ser apareça como muitos Ele é Único!

Neste momento, Agora, Eu estou aparecendo como Silvano;
Mas também:
Neste momento, Agora, Eu estou aparecendo como Ísis;
Neste momento, Agora, Eu estou aparecendo como Gabi;

Neste momento, Agora, Eu estou aparecendo como João;
Neste momento, Agora, Eu estou aparecendo como Gustavo;

É o que é para ser percebido!
Neste momento, Agora, Eu estou aparecendo como …

[Como quem escreve E como quem lê…]
[Como quem fala E como quem ouve…]
[Como quem ensina E como quem aprende…]

Mas também…
[Como a corda E como a cobra…]
[Como a realidade E como a ilusão…]

[Como o ator E como o personagem…]
[Como Presença E como ausência…]
[Como tudo E como nada…]

Eu Sou o Alfa E o Ômega; princípio E fim [de todas as coisas; de todos
os seres; de todos os mundos]
Eu Sou o Ser Real.

Eu apareço como E Me percebo Ísis
Eu apareço como E Me percebo Gabi.

Eu apareço como E Me percebo!
Não há exceção de como apareço E de Quem Sou!
Eu Me percebo como quem estou sendo E como Quem Sou…

Ísis, você perguntou quando irei a Brasília novamente…
Como disse, não há previsão, porque “este personagem” já fez o que
tinha pra fazer aí. Não importa estar fisicamente aí. A mensagem foi
compartilhada e outros personagens, como você mesma, Ísis, ou como a
Gabi, como o João, como o Gustavo e como outros personagens, devem
“trazer à tona” o “Mestre” que certamente Vive em cada Um. Não importa
a identidade dos personagens, se é da Seicho-No-Iê ou se será do
Manabu Kai; se é devoto de Sai Baba, budista, cristão etc. É a mente
que faz esta identificação e cria separação onde originalmente
inexiste! O que existe é apenas uma Unidade Divina Absoluta, Plena e
Perfeita, que é Quem Somos!
[ Esta Unidade é expressa neste princípio divino do Eu Sou, de que
trata o referido vídeo ]

Eu me realizo em me perceber em tudo!

Vou dizer de outra forma:

Eu Se realiza em SE perceber em tudo!

Personagem nenhum perceberia coisa alguma se Aquele que Vive não
estivesse no personagem… O Espírito de Deus em nós [ A Consciência
do Ser e não a mente ] é Quem percebe [discerne espiritualmente] a
Presença de Deus em nós e em tudo… É Quem percebe que tudo não é
senão Ele mesmo!
O Ser Real não vê nada além de Si mesmo…
A mente do personagem vê a representação; Mas a mente do personagem só
existe no próprio personagem, que não é real.

Quando percebemos:
Eu Sou cristão > Isto é percepção da mente de um personagem, que se vê
como um seguidor de Cristo.
Eu Sou SNI > Isto é percepção da mente de um personagem, que se vê
como um seguidor da SNI
Eu Sou Manabu Kai > Isto é percepção da mente de um personagem, que se
vê como um seguidor do Manabu Kai
Eu Sou devoto de Sai Baba > Isto é percepção da mente de um
personagem, que se vê como um seguidor de Sai  Baba

Quando percebemos:
Eu Sou > Isto é percepção consciencial
[É disso, de perceber isso, que este vídeo do Padre Ogada]

Quando um personagem ativa esta percepção ele percebe:
Eu Sou [ Sou um ser consciencial… Vivo na realidade divina ]
Ou:
Eu já não me vejo somente como cristão > Agora percebo que Cristo Vive em Mim.
Eu não me vejo somente como da SNI > Agora percebo que Masaharu
Taniguchi Vive em Mim
Eu não me vejo somente como do Manabu Kai > Agora percebo que Masaharu
Taniguchi Vive em Mim
Eu não me vejo somente como devoto de Sai Baba > Agora percebo que Sai
Baba Vive em Mim

Em síntese:
Eu não me vejo somente como um personagem > Percebo que Deus é Quem
Vive em Mim. E é Quem Percebe em Mim…

Assim, não dependam da presença de “mestres externos”.
O Mestre que está sendo visto fora está na realidade EM nós!
Jesus [ o personagem ] morreu há dois mil anos, mas o Cristo [ O Ser
Real; o Eu Sou ] Vive em nós, Agora e eternamente!
A mente vê/percebe a representação e personagens [ fora; no passado ];
A Consciência vê/percebe a realidade e seres conscienciais, que Se
percebem como o Ser Uno, como tudo!
É Quem somos!

Conscientes disso, a representação divina se revela liberdade!
Ou seja, podemos vivenciar e celebrar neste teatro divino um encontro
dos nossos personagens! Poderia ser em Brasília, ou poderia ser no
Templo Kadampa. [A Voiron e eu iremos agora no próximo sábado, dia
20/10/12, num evento no Kadampa!]

Algo me vem neste momento! Belíssimo!… Vou compartilhar!

Eu Me vejo Me re-unindo [Me percebendo no outro pelo olhar] num
encontro consciente de Quem Sou, a princípio entre dois de Meus
personagens, como Ísis E como Gabi. E compartilho isto, este encontro
consciente de Quem Sou com os demais…

O que quero dizer é: A próxima vez que vocês Ísis e Gabi se
encontrarem OLHEM-SE NOS OLHOS! [O olhar é a chave… ] E “conscientes
de Quem são” dêem-se um abraço caloroso!

Mas, é mais que isso!
PREPAREM-SE para este re-encontro, para esta re-união…

A preparação consiste em: Até que este encontro aconteça vocês deverão
“treinar” este “olhar consciente de Quem são” com outros
“personagens”… [A diferença entre o encontro, a re-união de Gabi e
Ísis [para o qual estarão se preparando] é que nesta “fase de
preparação” os outros personagens não precisam “retribuir” este “olhar
consciente”, ou seja, vocês, Ísis e Gabi, olharão para qualquer
personagem [humano ou não] e, “em mouna” [silenciosamente, sem emitir
palavra], dirão: “Eu Sei Quem É Você!”]

Quando vocês praticarem isto a ponto de se tornar habitual, ou seja, a
ponto de esta percepção [este “olhar consciente”] se tornar a sua
percepção cotidiana vocês serão as maiores mestres que ensinam [que
compartilham o que percebem] no âmbito da SNI!

Posso lhes assegurar que um sorriso interno e silencioso virá em suas
faces… Ele indicará que estão percebendo o Mestre!

É o que percebo em vocês, minhas divinas amigas Ísis e Gabi!

Vocês são este Mestre que caminha pelo mundo abertamente!
As pessoas vêem vocês, até percebem algo muito especial em vocês, se
encantam com vocês, mas elas não sabem o que É!
Elas não tem esse “olhar consciente” de que o que percebem em vocês
está potencialmente nelas e que pode “vir à tona”! O trabalho de
vocês, o algo a ser feito é esse: Fazer emergir “o Mestre que Vive em
vocês” para que Ele emerja em todos!

Mas não se surpreendam se alguns outros perceberem esse seu “olhar
consciente”… O Mestre já está Se revelando em outros personagens…
Isto pode ser facilmente constatado no olhar dos animais; e também em
alguns olhares humanos…

A Gabi disse que me vê como um “mega Arco-Íris”… Saibam que em
realidade todos nós somos espelhos uns para outros!
Para saber Se o “olhar consciente” está ativo e prevalecendo em você
veja se está vendo um lindo “Arco-Íris” no outro…
Se ainda não estiver não tente mudar o outro, pois, Sou Eu…
Não há nada errado em Mim! Minha representação é perfeita e pode estar
te ofuscando, se você não estiver no “núcleo”…

Não permita que a percepção de quem estou sendo, ou seja, que o
personagem que estou representando turve sua visão de Quem Sou. Jesus
já fez saber que Meus personagens não sabem o que fazem… e revelo
que eles já estão perdoados! Nunca reaja aos Meus personagens; sempre
interaja Comigo!

Eu apareço como! “Esteja Comigo” ou “escreva para Mim”…
Esta mensagem te abre esta possibilidade! Aquele que Me percebe em
todos os seres tem a possibilidade de Me amar!
O amor é aquele “olhar consciente” que desvela Quem Sou.

Este email é um convite extensivo a todos os personagens que quiserem
fazer o treinamento que a Gabi e a Ísis estão convidadas a fazer. Na
verdade elas já têm demonstrado a percepção de que “Eu Sei Quem É
Você!”, mas não são as únicas! Procurem se reunir, manter contato, com
os que já realizam esta “visão e presença do Mestre” em si mesmos,
pois, é onde o verdadeiro Mestre está! Onde o Eu Real está!

A Ísis me disse que há pessoas se reunindo e que querem saber mais
sobre o trabalho e a mensagem Núcleo.

Saibam que o Núcleo não tem um mestre para apresentar…
O Mestre já foi “apresentado ao mundo”, já deu a mensagem!

O Núcleo age sobre a percepção que reconhece a mensagem. O Núcleo não
elege um novo personagem para ser o Mestre…
No Núcleo nenhum personagem é o Mestre; o Mestre é Deus! Qualquer
personagem que esteja aparecendo como o Mestre, deve ser percebido
como o Deus Vivo Se revelando EM você!

Assim sendo, se Jesus [que é um personagem que já morreu] mas apareceu
como o Mestre, Ele deve ser percebido como o Deus Vivo Se revelando EM
você [o Eu Real Vivendo Agora]!

Assim sendo, se Baba [que é um personagem que já morreu] mas apareceu
como o Mestre, Ele deve ser percebido como o Deus Vivo Se revelando EM
você [o Eu Real Vivendo Agora]!

Assim sendo, se Masaharu Taniguchi [que é um personagem que já morreu]
mas apareceu como o Mestre, Ele deve ser percebido como o Deus Vivo
[Sumiyoshi] Se revelando EM você [o Eu Real Vivendo Agora]!

A mensagem do Núcleo é sobre a percepção do Mestre, não é sobre um
novo mestre…

A mensagem do Núcleo é sobre a percepção do Caminho, não é sobre um
novo caminho…

A mensagem do Núcleo é sobre a percepção da Verdade, não é sobre uma
nova verdade…

A mensagem do Núcleo é sobre a percepção da Vida de Deus, não é sobre
uma nova vida humana…

Àquele que Se revela a Mim como Ísis e Gabi, e vários outros, agradeço
e os reverencio! Em todos percebo a Vida de Deus!

Namastê!
Silvano

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s