“E traze contigo todos aqueles que Ele te enviou para que cuides deles assim como eu cuido de ti.”

Queridos Núcleos do Amor Divino,
Estou aqui com o livro Um Curso em Milagres nas mãos e abro na seguinte frase:

“Não há morte poque o Filho de Deus é como o Pai.
Nada que possas fazer pode mudar o Amor Eterno.
Esquece os teus sonhos de pecado e culpa e vem comigo, para caompartilhar a ressurreição do Filho de Deus.
E traze contigo todos aqueles que Ele te enviou para que cuides deles assim como eu cuido de ti.”

Minha leitura (mental):

Não há norte porque o Filho de Deus é como o Pai = somos centelhas divinas, Deus É em mim.
Nada que possas fazer pode mudar o Amor Eterno.= enquanto personagem nada que posso fazer vai mudar o Amor Eterno e quando realmente se faz/age, quem realmente faz é o Amor Eterno.
.Esquece os teus sonhos de pecado e culpa e vem comigo, para caompartilhar a ressurreição do Filho de Deus= sonhos porque não é essa a realidade, e quando se percebe que todos os atos do personagem não passaram de sonhos….as culpas desaparecem pq na realidade elas não existem (o difícil para essa personagem aqui é se convencer disso……….melhor dizer: perceber isso) e se percebendo isso: essa é a hora da “ressurreição do Filho de Deus”…..da “morte” do personagem e “ressurreição, re-descoberta do Filho de dEUs.
E traze contigo todos aqueles que Ele te enviou para que cuides deles assim como eu cuido de ti. Então, essa é a parte que não consigo entender/analisar….perceber. Sei que alguém do núcleo já comentou essa frase,  mas nem isso estou conseguindo lembrar………….Então, caso alguém puder comentar essa frase, EU e eu agradecemos muito.

Obrigado.

(Através de Denise)

Divina personagem Denise,

Eu também gostaria de compartilhar dessa frase do Curso em Milagres. A frase que você nos trouxe identifica-se com o que, no Núcleo, é designado “perceba, desfrute e compartilhe”. Ou seja:

“Não há morte porque o Filho de Deus é como o Pai.”
(Perceba)

O Filho de Deus é exatamente aquilo que o Pai é. O Filho possui a mesma natureza, qualidades e atributos do Pai. Por exemplo, o Oceano é salgado, então a gota também provará ser salgada, pois, apesar de ser gota, tem a mesma natureza do Oceano. Na mensagem nuclear, o Pai é a Consciência Universal e o Filho é a consciência individual. A Consciência Universal aparece como a consciência individual. O Pai aparece como o Filho. Nesse “aparecer”, o Pai compartilha (a integralidade, a infinitude total de) seu próprio Ser com o Filho. Logo, Pai e Filho têm o mesmo Ser. Está registrado na Bíblia a passagem consciencial de que “Deus não concede ao homem o Espírito por medida. O Pai ama o Filho, e todas as coisas entregou e suas mãos”. Se Deus é infinito, o Filho é infinito na mesma medida. E nós somos esse Filho de Deus. Tudo o que o Pai tem é nosso. O Ser do Pai é o nosso Ser. Se somos o que Deus é, então não pode haver morte para aquele Quem somos. “Eu e o Pai somos um.”

“Nada que possas fazer pode mudar o Amor Eterno” 

(Se não há nada que possas fazer, apenas desfrute)

A condição da realidade consciencial é puro Amor. No Céu, ou realidade consciencial, só há Deus e suas manifestações individualizadas (seres conscienciais conscientes de Quem são), e tudo funciona de acordo com esse Amor Eterno, que é o próprio Deus (Eu) sendo. A natureza de Deus é ser Amor Eterno, e apenas Deus é real. Realidade significa aquilo que não muda, não varia e não desaparece. Se o Amor Eterno fosse instável e mudasse, variasse ou desaparecesse (mesmo que por apenas um instante), tal coisa não poderia ser real, porque a própria condição da “realidade” é a sua presença fixa, contínua, absoluta. A realidade é eternamente estabilizada. O Real deve estar sempre presente. Outra passagem consciencial da bíblia diz: “porque Eu, o Senhor, não mudo”. Deus é o que Ele eternamente é.

“Esquece os teus sonhos de pecado e culpa e vem comigo para compartilhar a ressureição do Filho de Deus. 

E traze contigo todos aqueles que Ele te enviou para que cuides deles assim como eu cuido de ti.”  

(Compartilhe)

No Céu (realidade consciencial), Deus compartilha a integralidade de Seu Ser com seus Filhos. E os Filhos de Deus também compartilham tudo o que têm e são com outros Filhos de Deus, sendo que todos estão sempre conscientes de Quem são. O resultado disso é o enriquecimento e engrandecimento do Céu. O Infinito se ultrapassa e se expande ainda mais, contrariando tudo o que nossa lógica limitada poderia conceber. Assim é (funciona) a realidade divina. A exemplo do que ocorre no Céu, o mesmo deve ocorrer no mundo da representação, a fim de que o que está “em baixo” seja semelhante ao que está “em cima”. Tudo o que temos e somos deve ser compartilhado. Da mesma forma, o que percebemos também deve se compartilhado. Quando compartilhamos, o mundo da representação também se engrandece e se enriquece; saibam que tudo o que é compartilhado, aumenta. O Curso em Milagres toda hora enfatiza a importância do compartilhamento, e nos convida a compartilhar com os outros a mensagem, as percepções e a verdade por nós já conscientizada. Dessa forma, a verdade crescerá em nós, nos outros e, por fim, no mundo inteiro. O intuito do compartilhar é o de fazer com que, no final de tudo, não sobre nada senão a própria verdade.

Que a Paz do Cristo seja conosco.
Namastê!

(Através de Gustavo’ S)

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s